quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

A NOVA VIDA – Rm 12 1.2 - DEVOCIONAL -04/FEV/10

Ir. Rafael Jácome

"Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é vosso culto racional. Não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus."

Paulo nos ensina a viver concretamente o cotidiano do Evangelho, refere-se nos seus ensinamentos à capacidade do discernimento de conhecer a Vontade de Deus, tomar a decisão através do Espírito e a concretizá-la com perfeição.

A palavra "conformais" refere-se a conformar-se com o estilo ou aparência externos, acomodando-se a um modelo ou padrão. Para o cristão esta palavra nos indica que devemos cortar toda e qualquer conformidade das coisas mundanas. Mesmo aquelas aparentes ou superficiais apresentadas pelo sistema mundial ou qualquer tipo de acomodação com seus costumes, é fatal para a vida cristã.

Ele exorta todas as misericórdias (benefícios) que recebemos do Eterno Pai e, como tal, precisamos responder adequadamente, como "sacrifício vivo", oferecendo o nosso corpo (tudo o que somos) a Deus. A nossa resposta concreta é o compromisso da adoração em corpo e espírito à compaixão e misericórdia de Deus.

A palavra século é, literalmente, "era". Refere-se a um sistema ateu e regido pelo deus Satanás (2Co 4.4), cujo não devemos aceitar o seu modelo. Paulo nos convida a sermos transformados por um entendimento renovado comprometido com o Reino de Deus. Este compromisso é proclamar ousadamente o Evangelho, libertando o poder criativo da Palavra de Deus crendo nela, resistindo quando tentado pela descrença, sabendo que Ele faz o que promete e que pelo sangue de Jesus, nós somos vitoriosos.

Portanto, podemos viver sob a ação da sabedoria e compreensão criada pelo Espírito e nos levará a contemplar e a experimentar quanto a Vontade de Deus por nós seja a boa, agradável e perfeita.

     

Nenhum comentário: