quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

A ONDA EVANGÉLICA

Irmão Rafael Jácome

          Com o aumento da “onda” de cantores gospel e com a compra de canais de rádio e televisão por igrejas, a mídia abriu espaços para o mundo evangélico. Até parece que é verdade, no mínimo se aproxima da realidade, mas não é. São novas lideranças que saem em busca de caminhos para poder vender os seus produtos, suas igrejas, suas idéias,... Mas, existe algum aspecto ético na formação destes novos líderes?

          Muitos carecem de uma experiência própria com Deus e se baseiam somente no conhecimento técnico, saber cantar, louvar, pregar e dos livros de teologia. Nunca ocorreram tantas decepções e desentendimentos como hoje em dia no meio evangélico, e, problemas que antes eram resolvidos com oração, jejum e diálogo e na presença de Deus, são debatidos na mídia e divulgados no mundo dos ímpios. Muitos novos obreiros e lideranças estão dispostos a colocar em prática seus objetivos sem consultar a Deus e assim trazem prejuízos para o Evangelho, então o Senhor não encontra mais espaço na vida desses homens.

          Existem igrejas evangélicas que prezam e são reconhecidas por seu zelo em ensinar a doutrina bíblica. Num contexto como o atual, onde muitas delas pregam o evangelho da prosperidade ou com outras características é importante observar os seus objetivos e suas metas. A Bíblia não mudou e Deus não muda, então precisamos está atentos aos propósitos destas doutrinas. O Espírito Santo nos ensina por meio da doutrina bíblica. A vida da Igreja deve estar baseada em tudo o que Jesus nos tem ordenado em sua Palavra.

 Rafael Jácome


Nenhum comentário: