quarta-feira, 3 de março de 2010

AS DISTINÇÕES ENTRE OS CÂNONES BÍBLICOS

Irmão Rafael Jácome

        A Bíblia após a Reforma Protestante teve o seu Cânon recusado nos moldes deliberado pelo magistério eclesiástico da época. Os protestantes retiraram sete livros que passaram a ser considerados como apócrifos. Os textos canônicos são considerados pela tradição como inspirados, enquanto os textos apócrifos são comumente interpretados como falsos ou não inspirados.
        Os judeus, de modo geral, excetuando os judeus messiânicos, não acolhem o cânon cristão - o Novo Testamento - porque não consideram Jesus Cristo o Messias prometido, e não acolhem, também, as obras admitidas na Septuaginta por decisão da Sinagoga de Jâmnia que decidiu retirar os Deuterocanônicos do cânon judaico.
        A Bíblia protestante, difere da bíblia católica e das escrituras sagradas dos judeus. Perceba as principais distinções:

Bíblia Judaica : Contém 39 livros do Antigo Testamento ; rejeita o Novo Testamento ; não aceita os livros do segundo cânon ( deuterocanônicos );
Bíblia Protestante : Aceita os 39 livros do Antigo Testamento e também os 27 do Novo Testamento; rejeita os livros do segundo cânon , como não canônicos; e
Bíblia Católica :  Contém os 39 livros do Antigo Testamento e os 27 do Novo Testamento. Ainda são incluídos os livros do segundo cânon que são : Tobias, Judite, Sabedoria, Eclesiástico, Baruque, 1º e 2º de Macabeus, seis capítulos e dez versículos acrescentados no livro de Ester e dois capítulos de Daniel.

A PAZ DO SENHOR!                                                                                 Rafael Jácome

Nenhum comentário: