quarta-feira, 3 de março de 2010

DA CONSCIÊNCIA DE PECADO A CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE

Irmão Rafael Jácome
        O homem quando aceita Jesus como seu único e suficiente salvador, ele é transformado, mesmo sendo Novo Convertido, recebe a promessa do Espírito Santo a todos que crêem (Lc , 24,49), uma experiência de habitação que era normativa na Igreja Primitiva e, tem também ser vivido hoje – a vida que ele produz.
        É uma completa conversão, onde é convocado: para o arrependimento e a receber o Dom do Espírito Santo; a ter seus pecados perdoados e esquecidos por estar convertido e renovado pela presença de Deus; a saber que somente o nome de Jesus Cristo fornece a salvação; a ser batizado com água e entender que o gesto representa a troca da culpa e “consciência de pecado” pelo conhecimento da purificação do pecado, através da morte de Cristo e uma nova Consciência da presença de Deus; a acreditar que o poder de Deus vem somente pelo Espírito Santo, não tentando agir sem Ele; a procurar e receber o batismo no Espírito Santo, sendo continuamente cheio pelo Espírito para renovar regularmente sua vida e ministério; a esperar que seu relacionamento cheio do Espírito com Jesus, ajude a agir e falar com confiança, coragem e compreensão espiritual; a compartilhar ousadamente sobre Jesus, pedindo ao Espírito Santo para confirmar seu testemunho; a acreditar firmemente que Deus cumprirá tudo que prometeu em Sua Palavra e ainda, a invocar humildemente o Senhor para realizar sinais, maravilhas e prodígios para confirmar com poder e mensagem do evangelho de Jesus Cristo.

        Aceitando Jesus e através da Palavra e oração o homem recebe a Graça de ser instrumento para transformar as pessoas, as estruturas, os sistemas, a tecnologia. É um saber agir responsável e que é reconhecido pelos outros. Implica em saber como mobilizar, integrar e transferir os conhecimentos, recursos e habilidades, num contexto social, econômico, cultural e protegendo o meio ambiente: Saber agir, saber modificar, saber transferir, saber aprender, saber engajar-se, ter atitudes, conhecimentos, habilidades, visão estratégica e assumir responsabilidade, agregando valores enquanto indivíduo e nas organizações, com testemunhos impactantes. “Fiel é Deus pelo qual fostes chamados à comunhão de seu filho Jesus Cristo, nosso Senhor” (1Cor 1,9).
        O homem chamado para contemplar a glória do Senhor, adquire a Consciência de Santidade, cuja meta é “até que cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo” ( Ef, 4.13).

DEUS É FIEL!                                                                               Rafael Jácome

Nenhum comentário: