segunda-feira, 15 de março de 2010

PADRES CATÓLICOS PEDÓFILOS

Irmão Rafael Jácome                               Visite: http://rafaeljacome.blogspot.com/
        Bastou escrever sobre pedofilia aqui no meu blog e estourou no mundo inteiro casos desta chaga social no mundo dos padres católicos. A igreja romana está em pânico! O próprio Joseph Raztinger – o Papa Bento XXIII está sendo acusado de ter “passado a mão” na cabeça de um colega alemão envolvido em casos de pedofilia na época em que era arcebispo de Munique e Freising.

        Próximo de iniciar os meus estudos e vida celibatária em meados dos anos 80 escrevia em minha agenda: “O cardeal Joseph Raztinger é um moralista desenfreado, autoritário e perseguidor”. Neste período eu morava na Itália e a igreja romana havia lançado a proposta da Inculturação, tendo em vista a proliferação das idéias das diversas igrejas locais provenientes principalmente dos países africanos, sul americanos, da América central e da Ásia. Ratztinger era um dos grandes obstáculos.

        Enérgico com relação à doutrina da igreja romana, o atual papa está envolvido com outros supostos casos de abusos sexuais envolvendo sacerdotes alemães. Entre eles, há suspeitas de crimes cometidos contra jovens na abadia beneditina de Ettal, na Baviera, que também se referem à mesma época. Além disso, existem denúncias de pedofilia no coro da catedral de Regensburg, que foi dirigido pelo irmão do Pontífice, Georg Ratzinger, por 30 anos.

        Tecnicamente pedofilia é um transtorno de personalidade da preferência sexual que se caracteriza pela escolha sexual por crianças, quer se tratem de meninos, meninas ou de crianças de um ou do outro sexo, geralmente pré-púberes ou no início da puberdade, de acordo com a definição da CID-10 - Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde -, compilação de todas as doenças e condições médicas conhecidas elaboradas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

        Quando se trata de pessoas que pregam o Evangelho e são representantes de uma instituição cristã milenar, é motivo de preocupação. São escândalos espalhados em por todo o Brasil e demais países católicos. No artigo passado evidenciei a cultura do hedonismo que banaliza o sexo, reduzindo unicamente a um objeto de prazer, conforme a tendência no comportamento sexual mesquinho que cruza impudente as encruzilhadas da vida, transformando tudo em “cultura da morte”.

        Em face desse cenário, seja de padres católicos, pais, pastores, internautas, ... É fundamental a recuperação do significado e dos valores fundamentais a que aludimos, necessários para o surgimento de uma civilização verdadeiramente humana. A Revelação, em Cristo Jesus, permite conhecer a origem divina da pessoa humana, fundamentando-lhe a dignidade, o absoluto e a intangibilidade dos direitos.

JESUS LIBERTA!                                                              Rafael Jácome

Nenhum comentário: