terça-feira, 4 de maio de 2010

DEUS FAZ TODAS AS COISAS

Irmão Rafael Jácome




        Sempre gostei de estudar e escrever sobre as coisas que aprendia nos livros e nos meus bons mestres de salas de aulas e trabalhos. No início de 1990 o professor Jairo Fabrício, uma das maiores figuras da educação do nosso estado, me classificava como sendo um profundo pensador, onde absorvia conhecimentos praticamente de todas as fontes, jamais aceitando uma premissa a não ser que a tenha analisado inteiramente e chegado as minhas próprias conclusões. Quando saíamos para conversar, ele sempre tirava uma das suas análises numerológicas da minha vida. Certa vez chegou com um rascunho onde decifrava a minha estrutura humana em seus diversos aspectos. Lendo-o, vinte anos depois, fico estarrecido com tantas verdades contidas em suas palavras, definindo um perfil bastante complexo, porém aproximado da realidade. Não é o caso de colocar tudo quanto ele escreveu, pois foram seis páginas completas de definições. Ressalto alguns fatos que entre um sorriso e outro ele abordava.



        De forma enfática e com bastante simplicidade, argumentava: “Você Rafael, ressente-se de injustiças. Não é tão doméstico e nem tão prático, tendo inclinações religiosas, mas às vezes se inclina para a metafísica. Deseja quietude para meditar e viver sua vida interior. Acredita que a aquisição do conhecimento só cede lugar a aquisição da compreensão e sensatez. Sua tônica é a perfeição. Pode parecer frio e distante, mas isso é porque está satisfeito com sua ampla vida interior. Confia em sua intuição e em seus pressentimentos, podendo, facilmente, perceber uma decepção ou reconhecer uma pessoa artificial. Gosta da natureza e tem amor pelos animais. Pode ter sucesso como professor, escritor, advogado, líder religioso ou nas comunicações ou ainda no setor empresarial.”



        Eu gostava muito de ouvir tudo aquilo e de saber que na sua audácia de decifrar minha vida, existia um companheiro que gostava de mim. Continuava: “Tem como aspectos positivos a paciência, a economia, o espírito prático, a organização e a lealdade. Seus maiores desejos íntimos: ser humanitário, generoso e bom. Gosta de viajar e manter contatos no exterior. É atraído e amado por todos, vendo o bem em toda a gente. Dá de si livremente sem esperar qualquer recompensa. Sua qualidade principal é a universalidade e o amor sem egoísmo.”



        Uma das coisas mais geniais que o nobre professor Jairo Fabrício falou e que eu não tinha até então percebido era que muitas vezes as pessoas me tinham como austero e frio, em razão de ter dificuldades em expressar meus sentimentos. Entretanto, sempre ressaltava que um dia poderia escrever sobre assuntos metafísicos ou científicos. É o que mais gosto de fazer depois de escrever sobre os milagres de Deus em minha vida.



        Tendo em vista que tudo foi dito e escrito no início dos anos noventa, tiro o chapéu para o professor. Ele bem definiu o momento presente que vivo: “Sua paciência também será testada, porque a pressa representa desperdício. Ainda não é um período para ser independente, porque a harmonia com as pessoas e a capacidade de conviver em bons termos com elas é por demais importantes. Poderá sentir-se muito sensível nesse período, mas deve ter o cuidado de não deixar transparecer esse sentimento.” Este momento chegou, tenho vivido experiências difíceis, principalmente por parte de pessoas que querem tirar o que é meu, mas não me tiram o entusiasmo que Deus me deu.



        O professor Jairo Fabrício foi enfático ao afirmar que a partir dos 44 anos seria um período fácil de encarar a vida e consolidar minhas relações, inclusive as financeiras, em vista que: “No plano físico gosta de mudanças, do pouco comum, das coisas novas e das idéias em geral. No plano emocional é muito artístico e tem considerável talento para usar a palavra, tanto escrevendo como falando. Pode fazer os demais felizes pois sabe ser bom entretenedor. No plano intuitivo é um profundo pensador, podendo trabalhar melhor com outras pessoas. No entanto, seja seletivo na escolha de companheiros, bom senso de humor lhe trará amizades e felicidade em troca de seus esforços para uma sensata auto-expressão.”



        Finalizando o professor afirma que o ano de 2014 assinala importantes acontecimentos ou fases de profundas transformações em minha vida.



        SE DEUS assim PERMITIR, caro amigo Jairo Fabrício, que seja feita Sua Vontade. Agradeço por tudo e que tenha muito tempo como mestre de muitos jovens e adultos que precisam dos seus ensinamentos. Porém deixo uma Palavra, ela está escrita na mensagem inicial do meu blog: “ASSIM COMO TU NÃO SABES O CAMINHO DO VENTO,... ASSIM TAMBÉM NÃO SABES AS OBRAS DE DEUS, QUE FAZ TODAS AS COISAS.” (Ec 11.5)



O Pai Eterno tem trabalhado em minha vida. RUMO A VITÓRIA em nome de Jesus!



DEUS É FIEL! Rafael Jácome

Nenhum comentário: