sábado, 1 de maio de 2010

GESTÃO MUNICIPAL E O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Consultor: Rafael Jácome



        É impossível ocorrer transformação numa determinada sociedade sem haver um crescimento econômico capaz de gerar emprego e renda, principalmente com ocupações de qualidade. Conhecedor das dificuldades administrativas dos gestores públicos, uma boa agenda de trabalho pode promover a redistribuição da renda e o desenvolvimento social. O “poder de fogo” dos gestores para desenvolver o crescimento local é limitado, mas muita coisa pode ser realizada.

        Segundo Cf. Dowbor (1995): “os governos locais podem assumir algumas tarefas que contribuam para romper circuitos fechados e gerar empregos.” É evidente que prefeituras mais organizadas e bem administradas tornam-se mais aptas para implementar e expandir seus programas. Quando o gestor consegue dá mais visibilidade ao município, é comum ocorrer o aumento da atratividade local de maneira a receber os investimentos produtivos e assegurar as oportunidades de desenvolvimento.

        Quando participava da equipe base da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação -ONU/FAO em programas de geração de emprego e renda em áreas de pobreza, a premissa das ações era identificar não só os problemas, como também as potencialidades de crescimento, a partir da identificação das atividades mais significativas com potencial de expansão, a disponibilidade de recursos naturais, a eventual especialização da mão-de-obra e demais fatores inerentes as realidades coerentes com as propostas das ações econômicas, sociais, institucionais e naturais existente no ente federativo local.

        O que a população não mais suporta são os lançamentos de diversos programas sem resultados positivos e estáveis. Quem é técnico sabe do que estou falando, basta ter a oportunidade de implantar um desses programas no interior do estado. As pessoas comumente exclamam: “é mais um!” ou ainda: “vamos brincar com os nossos sentimentos – vocês (técnicos) fingem que tudo é verdade e nós acreditamos que tudo é real.”

DEUS É FIEL!                               Rafael Jácome

Um comentário:

Anônimo disse...

prof.jacome gostei de seu blog, continui nos deixando sempre atualizado pretendo ser um futuro gestor publico, um abraço fique com deus. alvaro rodrigues (arp-1)