quarta-feira, 9 de junho de 2010

O VALOR DA PREGAÇÃO BÍBLICA

Irmão Rafael Jácome


          Sabemos da importância do papel da pregação na liturgia e a primazia da Palavra de Deus através de sua mensagem de fé que vem pelo que é pregado, pelo ouvir e pelo crer em seu poder. A Palavra deve ser levada a todos e devemos sentir a obrigação de pregar o Evangelho a todos os tipos de pessoas. Em Romanos 1. 14-15 encontramos: “Pois sou devedor tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes; por isso, quanto está em mim, estou pronto a anunciar o evangelho também a vos outros, em Roma.”

          Este mesmo sentimento do apóstolo Paulo deve ser presente em nós. Dia e noite devemos pregar e anunciar o Reino de Deus: Sermos apaixonados, convencidos a pregar, a ensinar e termos o poder da Palavra para manter a vida litúrgica da Igreja. É esta a missão para continuar a crescer a administração e a vida espiritual da Igreja. Em Atos 20.28 encontramos: “Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue.”

          Para saber usar a Palavra é preciso ter conhecimento, interesse em estudar profundamente a Bíblia, entender sua mensagem. Entretanto, encontramos hoje nos tempos atuais pregadores comprometidos com o sucesso, realizando pregações fáceis, utilizando de técnicas que interagem com os sentimentos, emoções, fama, prosperidade, e coisas parecidas. É vendida uma palavra mercadológica. É NECESSÁRIO RESGATAR O COMPROMISSO COM A PALAVRA DE DEUS.

          A Palavra de Deus é poderosa para operar o que é necessário na vida de cada indivíduo, pois é o Espírito Santo que atua. O pregador tem que ter na pregação o compromisso da conversão e convicção do poder do Evangelho e, persuadir, isto é, convencer as pessoas a assumirem os seus compromissos com Deus. Isto implica na simplicidade do Evangelho, sem cair na armação de manipular emoção e razão, mas crer na Palavra de Deus.

DEUS É FIEL!                      Rafael Jácome

Nenhum comentário: