quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Doze Estados brasileiros já aprovaram políticas de combate a mudanças climáticas


10:00, 20/11/2012

Redação Época

O Brasil apresentou, em 2009, sua meta nacional de  combate ao aquecimento global, propondo reduzir o ritmo as emissões de gases de efeito estufa em 36% até 2020. Desde então, vários governos estaduais também aprovaram políticas de mudanças do clima. De acordo com o Observatório de Políticas Públicas de Mudanças Climáticas, doze Estados brasileiros sancionaram leis sobre a questão climática.
No entanto, até agora apenas três Estados apresentaram
 metas de redução de emissões – São Paulo, Rio de
 
 Janeiro e Paraíba – e seis Estados e o Distrito Federal ainda
 não têm nenhum tipo de legislação sobre o clima.
O levantamento e monitoramento das políticas estaduais é
 parte de um projeto desenvolvido pelo Fórum
 Empresarial do Clima. O grupo é formado por 17 empresas,
 além do Instituto Ethos e a do Núcleo de
Economia Socioambiental da USP. O projeto é resultado de
 uma demanda de empresas e sociedade para
 compreender as políticas do clima de cada Estado.
O grande problema é que nem todas as leis e políticas
 colocadas em prática nos Estados são compatíveis com
 a meta nacional de redução de emissões. Isso dificulta o
 trabalho de formulação de políticas públicas, e é
particularmente complicado para empresas comprometidas
 com redução de emissões que atuam em diferentes regiões
 do país.
De acordo com Tatiana Donato Trevisan, coordenadora de
 políticas públicas do Instituto Ethos, a ideia do
observatório é reunir toda a informação sobre as políticas
 estaduais para ajudar a harmonizar essas metas. “A
gente precisa chegar a um padrão, para saber como cada
 Estado pode contribuir”, diz. Segundo ela, o
observatório é uma oportunidade para ajudar os Estados a
 desenvolver uma boa política pública para o clima.
“A boa política é aquela que vai levar o Estado a contribuir
 com a meta nacional. Nós queremos subsidiar a
sociedade com informações e estimular esse diálogo com os
 Estados”, diz.
O Observatório de Políticas Públicas de Mudanças Climáticas
 pode ser acessado no site do Fórum Clima.
(Bruno Calixto)

Nenhum comentário: