segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Amar o Ano Inteiro

Por Rafael Jácome

            Final de ano é momento de reflexão, aliás tive um professor que sempre confessava que período natalino e festas de Ano Novo são balelas e incoerentes. Dizia sempre que o "espírito" comumente usado era mascarado por desejos e afetos esdrúxulos e insinceros. Eu ficava muito triste com suas palavras, porque desde de criança convivi com a minha família o clima de festa e confraternização. Entretanto, analisando friamente seu posicionamento, percebo que em parte ele tem razão: Por que somente nestes momentos as pessoas falam de amor, paz, concórdia, e, de quebra... falam do menino Jesus e da sua família.
 
           Foi quando um dia ele me abordou: "Rafael, você como homem evangélico vive o amor diariamente ou nos finais de ano? Se o mundo neste período fala em amor, não é muito pouco para os 365 dias do ano? Cara, o que precisamos é sair desta modo de consumismo e paradigmas sazonais."
 
          Na verdade a lógica do amor é outra. Quando leio a Bíblia em 1 Corintios, Capitulo 13, percebo a dimensão do verdadeiro AMOR. Vejamos:
 
{1}1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.  {1}
   {2}2 E ainda que tivesse  o  dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.  {2}
   {3}3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento  dos pobres,  e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.  {3}
   {4}4 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece,  {4}
   {5}5 não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;  {5}
   {6}6 não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;  {6}
   {7}7 tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.  {7}
   {8}8 O amor nunca falha; mas, havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;  {8}
   {9}9 porque, em parte, conhecemos e, em parte, profetizamos.  {9conhecemos e, em parte, profetizamos.  {9}
   {10}10 Mas, quando vier o  que é  perfeito, então, o que o é em parte será aniquilado.  {10}
   {11}11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.  {11}
   {12}12 Porque, agora, vemos por espelho em enigma; mas, então, veremos face a face; agora, conheço em parte, mas, então, conhecerei como também sou conhecido.  {12}
   {13}13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; mas o maior destes  é  o amor.  {13}

Nenhum comentário: