segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Enfiado na Caverna

Por Rafael Jácome
 
        Quando  John Gray escreveu o livro "Homens São de Marte e as Mulheres São de Venus", ele retrata as diferenças entre o homem e a mulher, suas formas de compreensão do mundo e suas atitudes diante das realidades que lhes são apresentadas. Ele afirma: "Quando um homem está estressado, ele se retira para dentro de uma caverna na sua mente e se concentra na resolução de um problema. Ele geralmente escolhe o problema mais urgente ou mais difícil. Ele fica tão concentrado na resolução desse problema que perde temporariamente a noção de tudo o mais. Outros problemas e responsabilidades desaparecem gradualmente no pano de fundo.
         Em tais momentos, ele se torna progressivamente distante, esquecido, insensível e preocupado em seus relacionamentos. Por exemplo, quando tiver uma conversa com ele em casa, parece que somente 5% de sua mente estão disponíveis para o relacionamento enquanto os outros 95% estão no trabalho.
          Sua plena consciência não está presente porque ele está ruminando o próprio problema, esperando encontrar uma solução. Quanto mais preso ao problema ficará. Em tais momentos, ele é incapaz de dar a uma mulher a atenção e o sentimento que ela normalmente recebe e certamente merece. Sua mente está preocupada, e ele se sente impotente para liberá-la. Se, no entanto, ele puder encontrar a solução, ele se sentirá melhor instantaneamente e sairá da caverna; repentinamente ele estará à disposição para participar do relacionameno novamente.
          Entretanto, se ele não puder encontrar uma solução para seu problema, então permanecerá enfiado na caverna. Para sair, ele ficará atraído pela resolução de pequenos problemas, como ler o jornal, ver televisão, dirigir seu carro, fazer exercícios físicos, assistir a um jogo de futebol, jogar basquete, e por aí afora. Qualquer atividade desafiadora que inicialmente requeira somente 5% de sua mente pode  ajudá-lo a esquecer seus problemas e a sair. Assim, no dia seguinte, ele será capaz de redirecionar seu foco para seu problema com mais sucesso."
         
         

Nenhum comentário: