segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Podemos Amar

Fonte: Agenda Boa Semente

"Permaneça o amor fraternal. Não vos esqueçais da hospitalidade."
" Mas sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor cobrirá a multidão de pecados." (Hebreus 13.1-2; 1 Pe 4.8)

          O amor fraternal é a marca da nova vida que cada crente possui. "Nos sabemos que passamos da morte  para a vida, porque amamos os irmãos" (1 João 3.14). E lemos também: "Todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido." (1 João 5.1). E como deveria ser tal amor? Ardente e genuino.
 
         Mas você pode argumentar que os filhos de Deus têm tantas falhas que fica difícil amá-los. E você? Também não tem as suas? Em Sua graça, Deus nos perdoou de uma dívida tamanha que não deveríamos tropeçar nas faltas dos outros nem deixar de lhes demonstrar amor. O fato de todos teermos áreas fracas pode ser um estímulo para que oremos e sirvamos nossos irmãos. Se pensarmos na imensidão da graça divina que foi necessária para nos salvar, não acharíamos razão para reter nosso amor a ninguém, mesmo com os pecados que vemos neles.
   
         Os filhos de Deus que são agradecidos amam os outros porque Deus os amou e os comprou com o sangue de Seu próprio Filho. E de fato podemos amar nossos próximos, porque o "amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado." (Rm 5.5)

Nenhum comentário: