quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

A Promessa do Redentor

Por Rafael Jácome

     Desde a queda do homem no Jardim do Éden, evento este que fazia parte do plano eterno, pois Deus nunca é surpreendido por coisa alguma, Deus falou: “E porei inimizade entre ti e a  mulher, e entre a tua semente, essa lhe ferirá a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar.” (Gn 3.15). É nesta passagem que encontramos pela primeira vez a gloriosa Promessa de redenção da humanidade, por meio da semente da mulher (Jesus Cristo), que esmagaria a cabeça da serpente (Satanás). Este texto é denominado de Proto Evangelho.
      Ao mesmo tempo, conforme o apóstolo Paulo indica em Rm 1:18, a recusa do homem em reconhecer a Deus como soberano e sua cegueira deliberada diante dos mandamentos de Deus, trouxeram sobre a humanidade a ira e a condenação divinas. Todos os seres humanos estão tão corrompidos que se recusam a reconhecer que Deus é Senhor e que eles mesmos são apenas criaturas.

     Entretanto, pela Sua infinita graça, tão logo o homem pecou, Deus prometeu um Redentor que esmagaria o tentador e traria restauração (Gn 3:15). Assim, o propósito da redenção foi entrelaçado na história humana desde o princípio.

Nenhum comentário: