segunda-feira, 22 de abril de 2013

As Religiões Orientais - O QUE DIZ A BÍBLIA

Por Rafael Jácome

  As religiões orientais, incluindo o budismo e o hinduísmo, têm uma concepção de Deus diferente da do cristianismo. Quando comparadas, torna-se evidente que suas concepções de Deus são incompatíveis com o cristianismo.


  Deus é a criação. As religiões orientais não estabelecem qualquer distinção fundamental entre seu deus e a criação. Ele é como o universo que foi criado. Elas ensinam que deus é tudo e tudo é deus. Não é o que a Bíblia ensina. Deus se distingue de sua criação.
"No princípio criou Deus os céus e a terra" (Gên. 1:1).
 
  Deus já era uma entidade antes da criação do universo. Quando criou o universo físico, ele estava criando algo que não existia antes.
"Pela fé entendemos que os mundos foram criados pela palavra de Deus; de modo que o visível não foi feito daquilo que se vê" (Heb. 11:3).
  A Bíblia retrata um Deus intimamente envolvido com o homem e com o que este faz. Jesus disse:
"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei" (Mat. 11:28).
  Então o Deus do cristianismo não é o mesmo deus que as religiões orientais pintam pelos seguintes motivos:
1. O deus das religiões orientais é parte da criação; o Deus do cristianismo distingue-se de sua criação.
2. O deus das religiões orientais não é dotado de personalidade, ao passo que o Deus do cristianismo o é. 
 
3. Não é possível que o deus sem personalidade do Oriente tenha qualquer interesse na humanidade, já o Deus do cristianismo preocupa-se profundamente com tudo que diz respeito ao homem.

Nenhum comentário: