quarta-feira, 3 de abril de 2013

Descobertas de pessoas na Bíblia

Por Rafael Jácome
Texto Traduzido por Daniel HoAutor: Bryant Wood da Associates for Bilbical Research

Descobertas de pessoas da Bíblia
 
Muitas das pessoas mencionadas na Bíblia tiveram existência confirmada por fontes externas. No caso da família real, muitas vezes foram detectadas semelhanças com indivíduos específicos. Mais de 50 pessoas descritas no Velho Testamento são conhecidas também fora da Bíblia e existem semelhanças com 12 destas. Existem 27 pessoas descritas no Novo Testamento conhecidas por outras fontes, com 6 semelhanças comprovadas (quatro destas foram imperadores romanos).
Baseado no conhecimento atual da cronologia bíblica e também egípcia, o melhor candidato para o faraó do livro de Êxodo é Tutmós III, que reinou entre 1504-1450 A.C. Existem diversos registros sobre seu reinado, assim como esta escultura (veja foto) do faraó.
 
Semelhanças também foram identificadas para os seguintes personagens bíblicos:
       n  Sisaque, o rei egípcio que saqueou o Templo durante o reinado de Roboão (1 Reis 14:25-26).
n  Jeú, rei de Israel, que tomou o poder por meio de uma estratégia sangrenta; a única semelhança existente de um rei de Israel ou Judá (2 Reis 9:1-10:36 ).
n  Hazael, rei da Síria, inimigo de Israel (1 Reis 19:15, 17; 2 Reis 8:7-15, 28-29; 9:14-15; 10:32-33; 12:17-18; 13:3, 22, 24,25; Amós 1:4).
n  Tiglate-Pileser III, rei da Assíria, que invadiu Israel (2 Reis 18:19, 29; 16:7, 10; 1 Crônicas 5:6, 26; 2 Crônicas 28:20).
n  Sargão II, rei da Assíria, que derrotou Asdode e completou o cerco de Samaria, levando os israelitas ao cativeiro (Isaías 20:1).
n  Senaqueribe, rei da Assíria, que atacou Judá mas não conseguiu capturar Jerusalém (2 Reis 18:13-19:37).
n  Tiraca, rei da Etiópia, que se opôs a Senaqueribe (2 Reis 19:9).
n  Esar-Hadon, rei da Assíria, que sucedeu a seu pai Senaqueribe (2 Reis 19:37).
n  Merodaque-Baladã, rei da Babilônia, a cujos mensageiros Ezequias mostrou o tesouro real, para a indignação de Isaías (2 Reis 20:12-19).
n  Xerxes I, rei da Pérsia, que tornou Ester sua rainha (Ester; Esdras 4:6).
n  Dario I, rei da Pérsia, que permitiu a reconstrução do Templo de Jerusalém aos que retornaram do exílio (Esdras 4:24-6:15; Ageu 1:1, 15). Veja também: Os arqueologistas conseguiram encontrar a tumba de Dario?
n  Augustus, imperador romano, 27 A.C.-A.D. 14, quando Jesus nasceu (Lucas 2:1).
n  Tibério, imperador romano, A.D. 14-37, durante a idade adulta de Jesus e sua crucificação (Mateus 22:17, 21; Marcos 12:14-17; Lucas 3:1; 20:22-25; 23:2; João 19:12,15).
n  Cláudio, imperador romano, A.D. 41-54, que ordenou aos judeus saírem de Roma (Atos 11:28; 17:7; 18:2).
n  Herodes Agripa I, governador da Judéia, A.D. 37-44, que perseguiu a igreja primitiva (Atos 12:1-23; 23:35).
n  Aretas IV, rei dos Nabotes, 9 A.C.-A.D. 40, cujo governador em Damasco tentou prender Paulo (2 Coríntios 11:32).
n  Nero (descrito como César no Novo Testamento), imperador romano, A.D. 54-68, a quem Paulo apelou (Atos 25:11,12,21; 26:32; 28:19; Filipenses 4:22).
 
 
 

Nenhum comentário: