sexta-feira, 5 de abril de 2013

O AMOR

Por Rafael Jácome
Extraído do Dicionário Teológico de Andrade

       [Do lat. amore ] Sentimento que nos constrange a buscar, desinteressada e sacrificialmente, o bem de outrem. É a disposição afetiva que nos leva à dedicação absoluta a outro ser. No português antigo, caridade era o nome que recebia o amor em sua dimensão sobrenatural.
   O amor é o mais alto e sublime atributo comunicável de Deus. O evangelista João assim define o Supremo Ser: "Deus é amor" (1 Jo 4.8). Somente o amor seria capaz de predispor a Deus a buscar o bem de uma humanidade corrompida, e que só se ocupava em quebrantar-lhe as leis.
   É o amor o sentimento que mais possui implicações teológicas. Sem ele, nenhuma aliança teria sentido; nenhum testamento seria firmado sem ele, pois todos os atos de Deus são amorosos. O amor é infundido em nossos corações pelo Espírito Santo (Rm 5.5). Em 1 Coríntios 13, Paulo define o amor como o sentimento dos sentimentos. É através do amor que nos tornamos parecidos com o Todo-Poderoso.

Nenhum comentário: