terça-feira, 21 de maio de 2013

O serviço dos Anjos na vida de Jesus

Por Rafael Jácome
Fonte: Extraído da Teologia Sistemática de Bergsten


Para Jesus vir a este mundo e tomar a forma de servo (cf. Fp 2.7), teve de deixar os céus, a habitação dos anjos, e fazer-se, por um pouco de tempo, menor do que os anjos (cf. Hb 2.7). Os anjos, porém, acompanharam-no e o serviram durante todo o tempo em que Ele esteve aqui na terra. Vejamos o que a Bíblia nos ensina sobre isso.

Foi um anjo que revelou a Maria que ela seria a mãe do Salvador (cf. Lc 1.28-36). José, o noivo que já havia resolvido deixar Maria secretamente, foi instruído por um anjo (cf. Mt 1.19-21), e fez o que ele ordenou (cf. Mt 1.24).

Os anjos se fizeram presentes na noite em que Jesus nasceu (cf. Lc 2.10-14), e a escuridão se encheu de louvores a Deus. 

Quando Herodes resolveu matar as crianças em Belém, um anjo revelou isso a José, dando-lhe ordem de fugir para o Egito (cf. Mt 2.13-18). Quando o perigo passou, um anjo fez com que José, Maria e Jesus voltassem do Egito (cf. Mt 2.19-23).

Quando Jesus foi tentado pelo diabo e o venceu, os anjos apareceram para o servir (Mt 4.11).

Jesus disse a Natanael que ele veria os anjos subirem e descerem sobre o Filho do homem (cf. Jo 1.51).

No Getsêmane, quando Jesus orava na maior angústia, veio um anjo para o confortar (cf. Lc 22.43). Jesus disse que poderia pedir ao Pai, e o Pai lhe daria mais de 12 legiões de anjos (cf. Mt 26.53). Porém, Jesus não pediu, pois Ele havia se entregado para morrer por nós. Aleluia!

Mas quando Jesus estava pendurado na cruz, não apareceu anjo algum: Jesus sofreu sozinho, e as trevas cobriram a terra. Jesus exclamou: “Deus meu, Deus meu, porque me desamparaste?” (Mt 27.46).

Quando Jesus ressuscitou, apareceram anjos (cf. Mt 28.1-6; Mc 16.5-7; Lc 24.4; Jo 20.12).

Na ascensão de Jesus manifestaram-se dois anjos (cf. At 1.11) e, quando Ele, triunfante, entrou no céu, foi recebido pela multidão dos anjos: “Levantai ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entraráo Rei da Glória” (Sl 24.7). Graças a Deus!

Nenhum comentário: