sábado, 18 de maio de 2013

Onde foi que erramos?

Por Rafael Jácome
Fonte: Extraído do Livro Modelo Social do Antigo Testamento


As verdades do evangelho do Reino existem para nos transformar enquanto nos ensinam sobre como viver em cada área de nossas vidas. Então, nossas vidas são transformadas para serem sal e luz para nossas famílias, vizinhos, comunidades e, finalmente, nossas nações, fazendo delas lugares melhores para se viver. Não comunidades perfeitas, não o Céu na Terra, porém, comunidades melhores, porque a influência do bem pode ser maior que a influência do mal. Existem grandes exemplos na História. A transformação de vidas foi tão enfatizada na história da Igreja que se fala que nunca existiu um avivalista usado por Deus que acreditasse que Seus propósitos se cumpriam com o avivamento. Todos acreditavam que o avivamento verdadeiro culminava na transformação significativa das comunidades, por meio da influência da Igreja avivada em toda a Sociedade.

A Igreja Primitiva transformou Israel, revolucionou o Império Romano e estabeleceu o alicerce para que países da Europa Ocidental se tornassem as nações mais prósperas do mundo. Como isso é diferente daquilo que temos visto na história moderna de missões! Hoje, a África evangelizada apresenta uma situação pior em todas as áreas de sua Sociedade (doenças, criminalidade, justiça, Economia e Família) que antes de chegar o Cristianismo2. A América do Norte tem um número enorme e aparentemente crescente de cristãos praticantes, mas decrescente em termos de valores morais e de qualidade de vida. Missionários trabalhando na índia dizem que, enquanto divulgamos que a Nagalândia é 80% cristã, ignoramos que 70% dos adolescentes da capital desse estado são viciados em drogas. Ruanda, com uns 60 anos de avivamento contínuo na Igreja, pratica genocídio nas guerras civis tribais. Alguns dizem que, hoje, existe um número de cristãos no mundo maior que o total de cristãos que já existiu na História. Onde está o poder para influenciar e transformar as comunidades que o apóstolo Paulo, São Patrício, Calvino e muitos outros experimentaram em suas épocas?

Será que o resultado da evangelização moderna reflete o "venha o Teu Reino, seja feita a Sua vontade assim na Terra como no Céu..."? Com certeza, não! Então, onde foi que erramos? Como conseguimos chegar a um evangelho tão reduzido? A boa notícia é que existe resposta para essa pergunta. Podemos dizer "boa notícia," porque, o primeiro passo para poder mudar, é sabermos onde está o problema. Nesse caso, um dos problemas é que perdemos a nossa cosmovisão cristã!

Modelo Social do Antigo Testamento Redescobrindo princípios de Deus para discipular as Nações 
Landa Cope


Nenhum comentário: