sexta-feira, 7 de junho de 2013

Os fundamentos da espiritualidade cristã - 1: Os elementos em Jesus

Por Rafael Jácome
Fonte: Estudos Teológicos V. 43 pag 106

Os evangelhos repetidamente falam da oração solitária de Jesus: “Tendo se levantado alta madrugada, saiu para um lugar deserto e ali orava” (Mc 1.35). Ele cumpre a tradição descrita nos salmos: “De manhã te apresento a minha oração e fico esperando” (Sl 5.4). É a meditação e a contemplação que o preserva de ativismo e desânimo. Existe um ritmo entre o envolvimento com o povo e o retiro para o exercício espiritual. Sua fé é carregada por este exercício regular. Neste particular, a espiritualidade de Jesus, provavelmente, não se distinguia da de outros judeus piedosos de sua época que, igualmente, se baseava no relacionamento pessoal com Deus. A espiritualidade veterotestamentária visível em Jesus está ligada à memória histórica do povo e à natureza e seus ciclos, culminando na doxologia. Além disto, os evangelhos relatam que Jesus, seguindo a tradição judaica, fazia-se presente nos cultos da sinagoga onde era lida e interpretada a Escritura; relatam que ele vivia em comunhão de vida com seus discípulos, que ele dava testemunho a respeito da proximidade do Reino de Deus em palavra e ação. Resumindo, os evangelhos deixam entrever que a espiritualidade de Jesus se compunha dos seguintes elementos: ouvir, orar, compartilhar, testemunhar e agir.

Nenhum comentário: