segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Prefeitura oficializará contrato do Hospital Municipal de Natal

07/08/2015 17:05
  • Prefeitura Municipal do Natal

Marco Polo
O prefeito de Natal, Carlos Eduardo, e o secretário municipal de Saúde, Luiz Roberto Fonseca, oficializam na tarde desta segunda-feira (10) o contrato de arrendamento do Hospital Municipal de Natal. A solenidade será realizada no Salão Nobre do Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura de Natal, às 16h. O Hospital terá capacidade para no mínimo 80 leitos, sendo dez de Terapia Intensiva, cinco de psiquiatria, oito de pediatria clínica, 35 de clínica médica e 22 de clínica cirúrgica. A unidade hospitalar contará com atendimento em ortopedia clínica 24 horas e pronto atendimento adulto e infantil 24 horas. Funcionando na sua capacidade total, o Hospital Municipal de Natal realizará em
média 23 mil atendimentos por mês e cerca de 500 internações.

O Hospital Municipal de Natal realizará cirurgias eletivas nas áreas de cirurgia
geral, ortopedia e urologia e concentrará os atendimentos que hoje são
realizados no Pronto Atendimento Infantil Sandra Celeste e o Hospital dos
Pescadores. “Nossa meta é garantir um modelo de gestão e de atenção á saúde,
visando atingir novos patamares de prestação dos serviços para proporcionar
elevada satisfação ao usuário, associada ao aperfeiçoamento do uso dos recursos
públicos”, destaca o secretário Luiz Roberto Fonseca.

A nova unidade hospitalar contará com recepção, sala de atendimento, salas administrativas, sala de reanimação, três salas no bloco cirúrgico, sala de Raios-X
baritada, repouso para as equipes assistenciais, estrutura de cabeamento lógico,
rede canalizada de gazes, central de esterilização, depósito de materiais de
limpeza,  subestação de energia com grupo gerador, espaço físico suficiente e 
necessário  para o Serviço de Nutrição e Dietética, refeitório, farmácia, sala de manutenção,  necrotério, laboratório, almoxarifado e ainda espaço físico adequado para pronto  atendimento com atendimento à urgência e emergência.

O secretário Luiz Roberto Fonseca explica que a ausência de uma estrutura
 hospitalar própria fez com que o município tivesse uma grande dependência
 da rede privada para dar conta da complementaridade dos serviços ofertados.
 “Essa dependência do setor privado se torna extremamente oneroso, pois a
 Secretaria suplementa os valores definidos na tabela SUS, que são incompatíveis com aqueles praticados no mercado e afastado a oferta de serviços pelos prestadores
 privados”, destaca o secretário Luiz Roberto Fonseca.

Natal não dispõe de hospital próprio habilitado para realização de internação
clínica adulto de média e alta complexidade, internação pediátrica, realização de
cirurgias gerais de média complexidade, realização de cirurgias ortopédicas de
média e alta complexidade, culminando com a necessidade de contratação
destes serviços em rede contratada/conveniada, sempre com prejuízo ao erário.

“O Hospital Municipal de Natal vem para minimizar a demanda reprimida dos
munícipes de Natal por leitos de internação clínica e cirúrgicas e de UTI, bem
como para ampliar a oferta de serviços para atenção às necessidades de cirurgias eletivas. Vamos descentralizar os serviços de internação tornando-os mais próximo do
cidadão”, afirma Luiz Roberto Fonseca. 
O Hospital Municipal de Natal vai funcionar no prédio do antigo Hospital Médico
Cirúrgico, localizado na  R. Cel. Joaquim Manoel, 654 - Petrópolis.

Nenhum comentário: